• outubro 17, 2018

A cada ano que passa, os e-commerces brasileiros vêm faturando mais. Para você ter uma ideia, somente no primeiro semestre de 2017, o segmento faturou R$21 bilhões, um crescimento de 7,5% se relacionado ao mesmo período de 2016. Porém, apesar de todo esse sucesso, quem quer se estabelecer no setor precisa investir em estratégias para e-commerce para se destacar no mercado, conquistar clientes e se diferenciar perante uma concorrência acirrada.

Esse é o seu caso? Então acompanhe agora 17 ações que irão contribuir para o seu negócio atingir excelentes resultados e lucratividade!

1. Investir em uma boa plataforma

A escolha de uma boa plataforma de e-commerce certamente faz toda a diferença nos resultados, já que esse é um dos fatores essenciais para se garantir uma ótima experiência de compra do consumidor e, consequentemente, eficiência e o sucesso do seu negócio.

Há diversas opções de sistemas no mercado e, no momento de fazer sua escolha, é importante levar em conta quesitos como funcionalidades e facilidades, possibilidade de expansão, integração com mecanismos de busca, SEO e Marketplaces.

2. Estratégias de SEO

Como comentamos logo acima, uma das estratégias para e-commerce que não podem ficar de fora é o investimento em estratégias de SEO. Isso porque, por meio do uso de algumas técnicas como o uso de palavras-chave adequadas, é possível atrair um tráfego altamente qualificado e, com isso, automaticamente ampliar as chances de venda.

2. Remarketing

Segundo dados do Google Adwords, 97% dos visitantes de um site não convertem na primeira visita. Ou seja, é preciso impactá-los novamente com anúncios para relembrar sobre produtos que chamaram a atenção e impeli-los a finalizar uma compra.

E é justamente isso que faz o Remarketing: buscar um menor abandono de carrinho e um maior número de vendas a partir da lembrança da marca para aquele lead que não converteu.

3. Experiência de compra

A experiência de compra do consumidor é certamente uma das principais estratégias para e-commerces que querem ter sucesso. Isso porque a percepção positiva de um potencial cliente que visita um site é o que o fará ter vontade de continuar navegando e se relacionando com a marca até se tornar um cliente que poderá ser fidelizado.

4. Redes sociais

Você sabia que 62% da população brasileira está conectada nas redes sociais? Um número bastante significativo, concorda? Por isso, quando se fala em ações de Marketing Digital para e-commerces, essa é uma na qual vale a pena investir.

Elas permitem, por exemplo, fortalecer relacionamentos com potenciais e atuais clientes, extrair insights sobre o comportamento do consumidor, trazer visibilidade e impulsionar as vendas.

5. Marketing de Conteúdo

Ainda quando se fala em Marketing Digital, o Marketing de Conteúdo é uma das estratégias para e-commerce que podem trazer ótimos resultados, pois ajuda o
e-commerce a mostrar conhecimento e autoridade em seu segmento de atuação. Além disso, é uma das responsáveis diretas por um melhor rankeamento no Google, o que quer dizer mais visitantes para o site.

6. Up Selling e Cross Selling

Que tal aumentar o ticket médio do e-commerce? A partir das técnicas de up-selling, em que se expõe ao consumidor produtos premium um pouco mais caros do que aqueles que ele está pensando em comprar, e cross-selling, onde se oferece ao cliente produtos complementares, é possível atingir esse objetivo.

7. Marketplaces

Os Marketplaces podem ser comparados à shopping da internet, onde diversas marcas apresentam seus produtos dentro de um mesmo espaço. Essa é uma estratégia para e-commerce que certamente vale a pena conhecer melhor, já que oferece mais visibilidade para uma audiência significativa e rotativa.

8. Divulgar avaliações

Avaliações e recomendações de outros visitantes são um dos fatores que contribuem para a decisão de compra do consumidor. Por isso, ao criar estratégias para
e-commerce, não deixe de contemplar a divulgação das opiniões dos seus clientes sobre os produtos para alavancar as vendas.

9. Ofereça diversos canais de comunicação

Ser omnichannel, ou estar presente em diversos canais, é uma alavanca para o sucesso. Hoje o consumidor está cada vez exigente e busca formas de comunicação práticas e facilitadas de acordo com suas necessidades. Portanto, procure atender por vários meios, como telefone, chats,telefone e redes sociais.

10. Invista em certificados de segurança

Apesar de 78% dos consumidores estarem mais seguros com relação às compras pela internet, 70% deles afirmam avaliar selos de segurança ao acessarem e-commerces que ainda não são conhecidos. Ou seja, é essencial mostrar a idoneidade do negócio por meio de certificados, como os SSL.

11. Utilize cupons de desconto

Quem não gosta de um bom benefício? Os cupons de desconto por tempo determinado são uma das estratégias para e-commerce que fazem o consumidor ficar tentado à compra por enxergar vantagens. Além disso, a loja virtual consegue girar o estoque a partir dos produtos selecionados e conseguir mais visitas.

12. E-mail marketing

Apesar de alguns pensarem que e-mails marketing são coisa do passado, essa definitivamente não é uma realidade. Além de ser uma ferramenta com grande alcance, ainda é acessível para todos os portes de loja virtual.

13. Pós venda

Tão importante quando conquistar é fidelizar clientes, por isso essa é uma das estratégias para e-commerce que devem ser realizadas. Por meio dos cuidados e atenção da marca junto ao consumidor, as chances dele voltar a fazer compras aumenta, assim como a probabilidade de indicação aos seus conhecidos.

14. Invista na qualidade

Apesar de parecer um tanto óbvio, ainda há lojas virtuais que não se preocupam em cuidar da aparência e navegabilidade do site. Isso impacta diretamente na experiência do usuário que, ao não encontrar um layout atrativo, entre outros fatores, muito provavelmente pode pode procurar a concorrência.

15. Mensure resultados

Uma estratégia para e-commerce que está à disposição de todos e não deve deixar de ser utilizada é o acompanhamento e mensuração de resultados. Por meio de diversas ferramentas, como o Google Analytics, é possível acompanhar os resultados das ações, analisar quais delas estão trazendo bons resultados e quais necessitam ser readaptadas para alcançar os objetivos.

16. Ferramentas para e-commerce

Uma loja virtual deve ser tão organizada quanto uma loja física para que o cliente encontre o que procura. Além disso, há outros pontos que influenciam na compra, como sua percepção sobre a loja, as condições de pagamento,o preço, a logística de entrega, a qualidade e a variedade de produtos.

Para ajudar as lojas virtuais no sentido de gerenciar todos os processos, existe uma infinidade de ferramentas para e-commerce disponíveis no mercado, as quais contribuem para a gestão, a análise do mercado e da concorrência, o acompanhamento de taxas e indicadores, entre outros.

17. Vitrines personalizadas

Se coloque por um momento no lugar do consumidor. Se ao acessar uma loja virtual aparecessem exatamente os itens que mais te interessassem naquele momento, as chances de você realizar uma compra aumentariam, concorda?

Isso é possível por meio de sistemas como a ROI Hero, uma Ferramenta de Recomendação Inteligente on-site que, por meio de vitrines personalizadas pode aumentar em até 8 vezes as conversões em um e-commerce.

Esperamos que o nosso artigo sobre estratégias para e-commerce ajude o seu negócio a aumentar as vendas e o faturamento. Que tal começar agora mesmo? Solicite uma demonstração gratuita da ROI Hero e comprove os resultados!

Estratégias para E-commerce

ROI Hero

“Se minhas preferências são diferentes das suas, um e-commerce não deveria exibir os mesmos produtos pra mim e pra você, certo?”
Fechar Menu
Shares
Share This