Vitrine de produtos de ecommerce: Como montar uma para converter mais?

Uma vitrine de produtos personalizada é capaz de aumentar consideravelmente as vendas.

O consumidor atual, mais informado, conectado e exigente, espera muito mais de um ecommerce do que um serviço genérico e impessoal. Hoje o que se quer é uma excelente experiência de compra. Para oferecer isso ao cliente é essencial contar com diversos processos, como a personalização de acordo com cada necessidade. E, um dos pontos que fazem a diferença são as vitrines de produtos de ecommerce, capazes de transformar o site em uma loja virtual única para cada usuário.

Do contrário, quando os negócios virtuais que não se preocupam em oferecer uma experiência única, podem até mesmo receber um bom número de visitantes, mas deixam de converter muitos deles em função de não atrair, de fato, seu interesse.

Para você ter uma ideia, de acordo com o Google, 78% dos consumidores ficam mais tempo pesquisando produtos em ecommerces do que nas lojas físicas. Nesse sentido, um comércio eletrônico para ofereça diversas variações de um item desejado em sua vitrine de produtos têm muito mais chances de otimizar as conversões, já que se torna muito mais atrativa.

Como é formada uma vitrine de produtos de ecommerce?

Assim como nas lojas físicas, a vitrine de produtos de uma loja virtual é um espaço onde a marca expõe aqueles itens que considera ser mais atrativos aos consumidores. Ela deve ser pensada com todo o cuidado, pois é responsável por um grande número de vendas.

De acordo com o Ecommerce News, a cada 20 clientes que entram em uma loja virtual, 15 foram atraídos pela vitrine. Além disso, 50% das compras realizadas são motivadas por elas.

É importante saber que quando se fala em vitrines de produtos de ecommerce, não se trata somente dos itens disponibilizados na home do site.

Elas são compostas por banners, comentários de clientes, páginas de categorias, hotsites e outros, os quais podem ser acessados por meio de tráfego orgânico ou pesquisas pagas no Google, por exemplo. Portanto, devem ser bem planejadas e convidativas, já que são o primeiro contato do consumidor com o site.

De que formas personalizá-las?

Depois de ler até aqui, muito provavelmente você esteja convencido de que investir em uma vitrine de produtos de ecommerce personalizada e que vá de encontro às necessidades do consumidor pode ser uma ótima estratégia para aumentar as conversões e as vendas, mas pode estar se perguntando como isso é feito na prática.

Hoje a sugestão de produtos, feita por meio da chamada “personalização das vitrines de recomendação”, é uma das ferramentas mais utilizadas para melhorar a experiência de compra, aumentar as conversões e o ticket médio dos ecommerces, além de outros benefícios.

Essas ferramentas analisam as características e comportamentos de cada usuário com base em seu histórico de navegação, para assim recomendar os produtos que vão de encontro às suas características.

Confira 3 tipos de recomendação que podem trazer ótimos resultados à sua loja virtual:

Histórico recente de navegação

Esse tipo de recomendação em uma vitrine de produtos de ecommerce identifica em tempo real em quais categorias e itens o visitante está navegando e, a partir daí, gera um histórico que também é aplicado em tempo real a partir de um bloco de recomendação.

Esses blocos permitem ao usuário encontrar de maneira facilitada os itens que mais gostou e, quando esse estiver pronto para finalizar a compra, os produtos permanecem à disposição para serem inseridos no carrinho.

Produtos similares com base na navegação

Nesse caso a recomendação é feita somente a partir dos itens visitados pelo consumidor. A navegação é utilizada para criar vitrines inteiras de produtos, as quais são personalizadas de acordo com aqueles pelo quais o consumidor demonstra ter intenção de compra.

Com a solução, a experiência de compra se torna muito agradável, pois logo no primeiro contato com o ecommerce o usuário se sente como um cliente recorrente e valorizado pela loja, a qual sabe exatamente o que ele necessita e deseja. A base desse tipo de recomendação é a experiência do usuário e o resultado mais expressivo é a otimização de conversão.

Itens complementares

Uma vitrine de produtos de ecommerce personalizada também pode ser feita pela indicação de itens complementares. Por exemplo, o cliente está comprando um tênis e recebe como sugestão alguns packs de meias em promoção. O objetivo, nesse caso, é oferecer uma compra completa e, consequentemente, aumentar o ticket médio do ecommerce.

Ferramenta de Recomendação Inteligente on-site

Entre as melhores ferramentas de recomendação e criação de vitrines de produtos inteligentes e personalizadas, está a ROI Hero. A solução ficou em primeiro lugar como Melhor Ferramenta de Marketing Digital de 2018 no Prêmio ABComm de Inovação Digital.

A ROI Hero, que funciona por meio de pixels, cookies e algoritmos de comparação e relevância, pode ser utilizada na grande maioria das plataformas de ecommerce. Seu maior objetivo é promover a otimização de conversão (CRO) para aumentar as vendas e o faturamento.

Para quem não conhece bem o assunto, o CRO se baseia em extrair o máximo de resultados a partir do mesmo número de clientes, ou seja, sem necessidade de novos investimentos para a conquista.

Com o uso da ferramenta ,que cria vitrines de produtos totalmente direcionadas às características e necessidades dos usuários, as lojas virtuais passam a se adaptar aos produtos de maior relevância para quem está navegando, o que proporciona uma experiência de compra única, aumenta a competitividade, o tempo de permanência no site e, principalmente, as conversões.

Para você ter uma ideia, um dos clientes atendidos pela ROI Hero, a Vest Casa, loja virtual de cama, mesa e banho, viu sua taxa de conversão aumentar em 13,14%. Além disso, houve uma redução de 8,6% na taxa de rejeição e um aumento do ticket médio em 3,76%.

Investir na personalização da vitrine de produtos para vender mais é uma estratégia que não pode ficar de fora dos ecommerces que querem conquistar o público-alvo, se destacar da concorrência e aumentar a lucratividade.

Se você gostou desse post, então aproveite para seguir as nossas páginas nas redes sociais, onde irá encontrar mais sobre esse e outros assuntos relacionados ao comércio eletrônico!

vitrine de produtos